Pêssego – Conheça os benefícios da fruta chinesa para a saúde

O pêssego é uma fruta que além de muito bonita e saborosa é rica em vitaminas e nutrientes, e assim trás vários benefícios para a saúde. Essa matéria Pêssego – Conheça os benefícios da fruta chinesa para a saúde foi criada pelo site Área de Mulher.

O pêssego é uma das frutas mais bonitas e saborosas que existem. É possível encontrar o fruto em diversas qualidades, sendo as mais comuns o pêssego amarelo e o branco. Se trata de uma fruta de caroço muito suculenta e que trás diversos benefícios para a saúde.

De origem chinesa, o pêssego é o fruto da árvore pessegueiro, que pertence à família das rosáceas. É uma fruta que tem uma textura aveludada e sabor muito específico. Ela é encontrada em qualquer supermercado durante todo o ano, principalmente em conserva. Mas o período da safra vai de novembro a janeiro, quando é mais fácil encontrar a fruta in natura. Justamente por isso ela é um pouco mais cara do que outras frutas mais comuns, como maça e banana, por exemplo.

Rica em fibras, vitaminas e minerais, essa fruta tem muitas qualidades que fazem muito bem para o organismo em geral. Por isso, hoje iremos conhecer mais sobre o pêssego e os seus vários benefícios.

O pêssego

Aprender a Plantar

Assim como a nectarina e a ameixa, o pêssego é um tipo de fruto de caroço. Sendo assim, a sua polpa envolve uma grande semente. O pêssego tem diversas qualidades, com polpa e casca de diferentes cores, é possível encontrar o fruto com polpa branca, amarela ou laranja.

Mas, independentemente da qualidade, é uma fruta rica em fibras e vitaminas como A e C que ajudam no bom funcionamento do intestino. Além disso é fonte de minerais como cálcio, ferro e magnésio, e substâncias antioxidantes, por isso trás muitos benefícios para a saúde.

Sendo uma fruta pouco calórica, é uma ótima opção para um lanche entre as refeições principais. Ainda mais para quem está em processo de emagrecimento.

Iodo, o que é? Benefícios para a saúde, fontes naturais e suplementação

×

Benefícios do pêssego

SPDM

Além de ser muito saboroso, o pêssego trás muitos benefícios para a saúde e por isso vale a pena incluí-lo na sua alimentação.

Bom para o intestino

Por conter muita água e fibras em sua composição, o pêssego ajuda no funcionamento do intestino. Desse modo, a fibras contribuem para dar mais volume às fezes e ajudar na evacuação. Ou seja, é muito indicada para quem sofre com prisão de ventre.

Melhora a imunidade

Por ser fonte de muitas vitaminas, com as do complexo B e a C, consumir pêssegos regularmente contribui para o aumento da imunidade. Essas vitaminas e nutrientes ajudam a fortalecer organismo e aumentar os anticorpos. Desse modo, prevenindo várias doenças, como gripes e resfriados.

Bom para a visão

O pêssego também contribui para uma boa visão. Isso porque é rica em vitamina A, que melhora a visão contribuindo para um envelhecimento saudável da retina. Além disso, também contribui para a hidratação da superfície ocular.

Pele saudável

Não por acaso aquela famosa expressão “pele de pêssego”. Além de se referir a pele lisa e bonita do fruto, o pêssego realmente faz muito bem para a pele.

Isso devido aos seus antioxidantes, vitaminas e beta-caroteno, que protegem a pele dos danos causados pelas agressões diárias, como os raios solares, por exemplo. E a vitamina C promove uma maior elasticidade da pele, prevenindo a flacidez e o envelhecimento precoce. Além disso, a grande concentração de água do fruto ajuda a manter a pele hidratada.

Prevenção de doenças

Rico em potássio, um nutriente que contribui para o equilíbrio de sódio no organismo, o pêssego também é muito bom para a manutenção da pressão arterial. Esse que é um dos principais fatores de risco para eventuais problemas cardíacos. E mais do que isso, como contém também polifenóis com ação antioxidante, o fruto já foi relacionado a uma menor incidência de doenças cardiovasculares.

Ajuda no emagrecimento

Com uma grande quantidade de fibras que aumentam a sensação de saciedade, o pêssego também tem baixo teor calórico e tudo isso ajuda no processo de emagrecimento. Portanto, incluir a fruta nos lanches ajuda a diminuir o consumo de outros alimentos mais calóricos. E por ter um sabor adocicado, é uma boa opção para saciar a vontade de comer doces.

Controle de glicemia

Apesar de ser uma fruta bem doce, o pêssego é indicado para quem tem diabetes. Isso porque além de ter um baixo teor calórico, a fruta também contém muitos antioxidantes fibras e viminas. E essas fibras ajudam a controlar a glicemia. No entanto, nesses casos, o consumo da fruta deve ser moderado.

Bom para gestantes

O ácido fólico é um dos nutrientes mais importantes para as gestantes, e o pêssego possui boa quantidade desse nutriente. Além disso, por ajudar no funcionamento do intestino, ela se torna ainda mais importante durante a gestação, quando ocorre a redução da motilidade intestinal. Ou seja, a dificuldade de evacuar, o que causa a constipação.

Ação anti-inflamatória

O pêssego conta com vários compostos bioativos, como carotenoides. Esses compostos possuem ação anti-inflamatória e isso ajuda a diminuir o risco de doenças crônicas não transmissíveis. Desse modo, diminui a resposta inflamatória do organismo, consequentemente erradicando a produção de radicais livres que podem ser nocivos.

Diminui o risco de câncer

Estudos já mostram que substâncias como polifenóis podem inibir o crescimento de células cancerosas. E o pêssego contem boa quantidade de polifenóis. Uma pesquisa com mulheres com câncer de mama mostrou que alguns desses compostos da fruta diminuiu o risco de metástase, ou seja, a proliferação do câncer para outras células. Também foi comprovado que o pêssego é muito eficaz para limitar o crescimento de tumores de pele.

Consumo

O que houve com a couve

A melhor forma de consumir o pêssego é natural e com casca. Dessa forma, é possível absorver todos os nutrientes da fruta. Por isso é muito importante fazer a sua higienização. Por ser uma fruta de baixo teor calórico, o ideal é consumir uma fruta ao dia.

Contudo, é possível usar o pêssego em várias receitas diferentes. Como por exemplo, tortas, bolos, geleias, compotas, sucos, cremes e etc. Além disso, pode ser usada para fazer vitaminas, smothies, sorvetes e até drinks.

Na hora de escolher a fruta, é importante observar a sua casca, que deve estar firme e sem marcas. O ideal é conservar o pêssego na geladeira.

No entanto, a forma mais consumida da fruta, é o pêssego em calda. No entanto, os pêssegos enlatados não possuem os mesmos nutrientes da fruta natural, além de ter muito mais açúcar e conservantes. Aliás, o pêssego em calda tem alto teor calórico.

Contraindicações

Vix

Contudo, apesar de ser uma fruta rica em vários nutrientes e que trás muitos benefícios a saúde, há alguns riscos quanto ao seu consumo. Por exemplo, pessoas com hipersensibilidade às proteínas do fruto podem apresentar alergias após o seu consumo. Sendo assim, o pêssego deve ser evitado por pessoas que tem aparelho digestivo sensível à essas substâncias.

No caso de quem tem diabetes, apesar de ser indicado, o seu consumo deve ser moderado. Até porque a fruta contém frutose, e o consumo exagerado pode fazer mal. Para essas pessoas, o ideal é consumir apenas a fruta natural, e não o pêssego em calda, que tem ainda mais açúcar.

Enfim, o que achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também os benefícios da amora.

Fontes: Beleza e Saúde Mundo Educação Viva Bem

Imagem destacada: OPAS

Imagens: Aprender a Plantar O que houve com a couve SPDM Vix 

Essa matéria Pêssego – Conheça os benefícios da fruta chinesa para a saúde foi criada pelo site Área de Mulher.