ÁREA DE MULHER O que é parto humanizado? Dúvidas e vantagens do processo

O que é parto humanizado? Dúvidas e vantagens do processo

O parto humanizado, além de dar à mulher total poder ao escolher como deseja dar à luz, também é um momento de conexão com o bebê. Essa matéria O que é parto humanizado? Dúvidas e vantagens do processo foi criada pelo site Área de Mulher.

Area de Mulher

O que você sabe sobre o parto humanizado? O nome desperta dúvida e curiosidade em muitos, como também é fruto de várias opiniões controversas. Existe certa discordância entre o que alguns supõem ser um parto humanizado e a realidade do processo. Seja como for, esse método de parto desperta emoções e fortifica os laços prematuros entre a mãe e seu bebê. O momento é inesquecível para qualquer mulher que opta por passar pela experiência.

Antes de mais nada, é importante entender que o parto humanizado não significa, ao todo, realizar um parto normal, sem cirurgia ou outras técnicas. A realidade da humanização dessa escolha de nascimento do bebê vai muito além do procedimento. Ele está acima de tudo  envolvido com o conforto que uma mãe e seu recém-nascido devem sentir. Tudo é pensado nos mínimos detalhes de forma que não haja, de certa forma, desconforto ou estresse.

Em outras palavras, a humanização do parto não é nada mais do que criar uma atmosfera agradável e acolhedora para a mãe e entender suas necessidades. Seja uma cesariana ou um parto normal, o que importa é o conforto. Confira abaixo mais informações sobre o que é o parto humanizado, bem como suas vantagens e dúvidas comuns a respeito do motivo de levar tal nome.

O que é parto humanizado

O que é parto humanizado

Area de Mulher
Fonte: Gestão em Saúde

O que é parto humanizado?

O que é parto humanizado

O que é parto humanizado

Area de Mulher
Fonte: Unimed Fortaleza

O parto humanizado se refere ao momento do nascimento de um bebê onde a mãe tem controle de boa parte do processo. Assim, é possível escolher em qual posição deseja permanecer e se sente confortável, onde, como e quando. Toda a evolução do trabalho também é levada em conta, como se ela deseja anestesia, determinada iluminação, sons e até mesmo a presença de familiares. Tudo isso é realizado por meio do plano do parto.

Apesar do fato desse tipo de parto ser diferente de uma cesárea ou um parto normal, da mesma forma, uma doula, um obstetra e sua equipe ainda estão presentes durante todo o processo. A intervenção médica é mínima, mas garante maior segurança no caso de qualquer complicação. A opção torna-se ainda mais especial após diversas entidades científicas e a Organização Mundial da Saúde (OMS) terem confirmado que a escolha faz a maior diferença. Um ambiente acolhedor e a hora certa para vir ao mundo tornam a experiência extremamente saudável.

Vantagens do parto humanizado

O que é parto humanizado

O que é parto humanizado

Area de Mulher
Fonte: Apartes

As vantagens do parto humanizado são diversas, começando pelo maior conforto e segurança proporcionados à mãe e o bebê ao dar à mulher o direito de escolha. Além disso, o fato do contato entre mãe e filho ser tão grande antes, durante e depois promove um vínculo muito mais rápido entre os dois, o que ajuda nos primeiros passos.

1 – Bebê mais calmo

Uma das principais vantagens de um parto humanizado é a garantia de um nascimento sem estresse. Ao contrário das salas geladas e impessoais de um hospital durante a cirurgia, o controle do ambiente nessa situação torna o processo mais agradável. Além disso, não existem ruídos extremamente altos e não é necessário afastar o bebê da mãe, o que reduz o estranhamento e a frequência de choro.

2 – Menos ansiedade e estresse

Assim como um recém-nascido mais calmo, o parto humanizado também oferece o benefício de uma mãe mais tranquila. O controle da situação permite que a mulher escolha o momento em que ela deseja dar a luz. Assim, não é preciso esperar uma equipe médica ou ser pressionada para agilizar o processo. Enquanto espera, a mãe pode tomar banho, fazer ginástica, ouvir música e ir para a piscina, entre outras opções que a deixam mais confortável e reduzem a dor as contrações.

3 – Amamentação e parto humanizado

Esse tipo de parto promove, além do bem estar físico e psicológico da mãe e do bebê, uma conexão muito maior formada rapidamente entre os dois. Um laço afetivo é um dos principais fatores para uma boa amamentação, que ocorre momentos após o nascimento.

4 – Menor risco de infecções no parto humanizado

A possibilidade de infecções é praticamente dizimada durante o parto humanizado, pelo fato do primeiro contato do bebê ser com a pele da mãe. Assim, ao ocorrer a primeira mamada, o recém-nascido consome colostro, ou primeiro leite, que ajuda a fortalecer seu sistema imune. Além disso, o contato com a microbiota natural também auxilia no processo, diminuindo o risco de infecções.

5 – Menor risco de depressão pós-parto

O parto humanizado fornece à mulher um dos elementos mais necessários durante o processo: a segurança. Ao ter suas decisões respeitadas e acatadas por todos ao redor de si, as chances de aparecimento dos sentimentos que marcam a depressão pós-parto são muito menores. Muitas vezes, a sensação de perda de liberdade contribui para o desenvolvimento da depressão, o que não é o caso durante o parto humanizado.

Outras dúvidas sobre parto humanizado

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Instituto Villamil

Confira abaixo outras dúvidas comuns sobre o processo do parto humanizado, bem como alguns mitos e verdades do método.

O parto humanizado é perigoso para o bebê?

Não! Esse é um dos primeiros mitos quando o assunto é humanização do parto. Muito pelo contrário: o fato do parto humanizado ocorrer no tempo em que a mãe deseja e após o trabalho de parto já ter ocorrido o torna o método de nascimento mais seguro de todos. Mesmo que demore várias horas, a segurança e o bem-estar da mulher e do bebê vem em primeiro lugar.

É proibido utilizar anestesia durante o parto humanizado?

Não. Caso a mulher sinta dor, ela pode requisitar remédios específicos para amenizá-la no momento que quiser, mas é comum que a equipe prefira outras técnicas que não sejam farmacológicas antes de aplicar anestesia. É preferível fazer massagens, tomar banhos quentes e outras coisas que ajudem a abrandar o desconforto.

O parto continua sendo humanizado caso seja uma cesárea?

Sim. Mesmo que a cesariana envolva uma cirurgia de médio porte, ainda é possível humanizar o processo da forma que a mulher preferir, caso o método normal não seja uma opção. Assim, estar acompanhada na sala, controlar os ruídos e iluminação e amamentar o bebê assim que ele nascer ainda fazem o parto ser humanizado.

Qualquer parto normal é humanizado?

Mito. A qualidade de um parto humanizado está relacionada ao fato da mãe fazer todas as escolhas durante o processo, e não do processo em si, assim, não cometendo violência obstetrícia alguma. Além disso, até mesmo partos normais podem ser extremamente estressantes e capazes de fazer a mãe se sentir pressionada e desconfortável, dependendo do que acontecer. No fim, o que realmente importa é o conforto da mulher e de seu bebê, sem decisões precipitadas de uma equipe médica e procedimentos desnecessários.

Se você se interessou por essa matéria sobre parto humanizado, aproveite também para conferir Depressão na gravidez- O que é, sintomas, causas e tratamento

Fontes: Veja Saúde, Tua Saúde, Despertar do Parto, Veja Bebê

Imagens: Gestão em Saúde, Revista Apartes, Unimed Fortaleza, Rede Brasil Atual, Instituto Villamil

Essa matéria O que é parto humanizado? Dúvidas e vantagens do processo foi criada pelo site Área de Mulher.

Últimas