ÁREA DE MULHER Metabolismo lento e ganho de peso – O que influencia e como acelerar

Metabolismo lento e ganho de peso – O que influencia e como acelerar

Muito se fala sobre metabolismo lento e emagrecimento, entenda exatamente qual a relação entre os dois, como isso acontece e como reverter. Essa matéria Metabolismo lento e ganho de peso – O que influencia e como acelerar foi criada pelo site Área de Mulher.

Area de Mulher

Todo mundo conhece uma pessoa que come de tudo em grandes quantidades e não engorda, não é mesmo? Enquanto outras fazem dieta, e mesmo assim não conseguem emagrecer com tanta facilidade. Obviamente que vários fatores estão relacionados a perda ou ganho de peso, e uma delas é o famoso metabolismo lento.

Muito se fala sobre alimentação, processo de emagrecimento e metabolismo lento. No entanto, nem todo mundo sabe exatamente o que é esse último e como ele influencia no peso de uma pessoa. De forma resumida, podemos definir metabolismo como o conjunto de reações químicas que acontecem no nosso organismo e que nós mantém vivos.

Sendo assim, pessoas que tem essa ação acelerada acabam tendo mais facilidade de gastar energia e consequentemente perdem mais gordura. Ao contrário de quem não tem um funcionamento tão acelerado, o famoso metabolismo lento.

Então, hoje iremos desmistificar o que é metabolismo lento, o que pode influenciar nisso e dicas de como reverter o problema. Além é claro de entender a relação entre metabolismo e ganho de peso.

Metabolismo lento

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Biologia Net

Antes de falar sobre o metabolismo lento, temos que entender o que é o metabolismo em si. Primeiramente, temos que saber que cada pessoa tem um organismo com características única e funciona de uma forma. Definitivamente, ninguém é igual a outra pessoa. E é justamente esse funcionamento que vamos falar hoje.

Como dito anteriormente, o metabolismo é todas as reações químicas que acontecem no nosso organismo. Das mais simples, como abrir os olhos e respirar até as mais complexas, como a digestão dos alimentos e gasto energético. Então, podemos dizer ainda que todas essas reações químicas são responsáveis por transformar as calorias dos alimentos que comemos em energias para manter as células funcionando. Esse complexo sistema de reações bioquímicas é que constrói e desconstrói as moléculas responsáveis por fazer o organismo funcionar.

Sendo assim, há indivíduos que tem essa funcionamento muito mais rápido que outros, e por isso acabam gastando muito mais energia do que aqueles que têm uma atividade mais demorada, o que chamamos de metabolismo lento. Então, você está fazendo dieta, comendo direitinho, praticando exercícios físicos regularmente e não consegue emagrecer como gostaria? Talvez o problema seja metabolismo lento.

Metabolismo lento e ganho de peso

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Tribuna da Produção

Para entender a relação entre ganho de peso e metabolismo lento, precisamos ter em mente que tudo o que ingerimos tem caloria, e as calorias em excesso, ou seja, aquelas que não viram energia, são transformadas em gordura.

Portanto, o peso de uma pessoa é definido mais precisamente pelo equilíbrio energético. Também chamado balanço energética, é um termo correspondente ao cálculo feito a partir de total de calorias ingeridas ao longo do dia menos o que gastamos nesse período. Desse modo, quando consumimos mais calorias do que gastamos, o saldo fica positivo, e resulta no ganho de peso, uma vez que o organismo armazena energia a mais em forma de gordura.

Sabendo disso, o organismo queima essas caloria, ou seja, transforma elas em energia em três situações: durante o repouso, quando ingerimos alimentos e ao fazer atividades físicas. A primeira, chamada de metabolismo basal, é que a que tem a maior influência genética, e corresponde a 60% de todo gasto calórico. Já a segunda situação que influência no metabolismo é a termogênese alimentar, que queima calorias e as transforma em energia ao ingerir alimentos. Nesse caso, corresponde a um gasto calórico de 20%.

E por último e não menos importante, tem o metabolismo relacionado à prática de atividades físicas. Então, ao realizar exercícios o corpo está queimando calorias, que podem variar entre 20 a 40% de gasto calórico dependendo do nível de atividade física de cada um.

Então, sabendo que tudo o que comemos vira energia, no caso de quem tem o metabolismo lento e não gasta tanta energia, tudo o que sobra acaba virando gordura. Por isso, pessoas com metabolismo são mais propensas ao ganho de peso e tendem a ter mais dificuldade para perder.

Causas do metabolismo lento

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fanáticos por Musculação

Vários fatores podem influenciar na lentidão do metabolismo, como condições de vida da pessoa, e principalmente a alimentação. Portanto, o metabolismo sofre influência genética, da idade, peso, sexo, alterações hormonais como a tireoide, por exemplo, sedentarismo e etc.

No entanto, para uma pessoa saudável e sem nenhum tipo de complicação de saúde, a causa do metabolismo lento pode ser os hábitos não saudáveis, especialmente quanto a alimentação e falta de atividade física.

No que diz respeito a alimentação, uma dieta desequilibrada é o principal fator do metabolismo lento, uma vez que a maioria dos alimentos ingeridos não demandam muito esforço do organismo para serem digeridos. E mais do que isso, além de não proporcionarem um gasto calórico significativo, alimentos como carboidratos simples, refinados, açúcares e ultraprocessados liberam muita glicose, resultando em picos de açúcar no sangue.

Sendo assim, é muito importante escolher bem os alimentos que ingere, dando preferência aos que permitem o organismo gastar mais energia ao ingeri-los. Um exemplo disso, são as proteínas, que além de gastarem mais calorias, ainda trazem mais saciedade. E também a prática regular de exercícios físicos que estimulam o metabolismo.

Dicas de como reverter o metabolismo lento

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
São Lucas

Então, como vimos até aqui, o metabolismo lento tem sim, grande influência no ganho de peso, mas não é único motivo para isso. Mas, se você suspeita que possa estar com o metabolismo lento o primeiro passo é consultar um médico endocrinologista. Ele irá fazer um teste de taxa metabólica e a partir disso poderá diagnosticar se há a presença de metabolismo lento e então oferecer o melhor tratamento para acelerá-lo.

Contudo, no caso de não ter nenhuma condição grave de saúde, algumas mudanças de hábitos já são capazes de melhorar o seu metabolismo e reverter o quadro, favorecendo a perda de pesa e aumentando a disposição:

Ingerir alimentos termogênicos

Os alimentos chamados termogênicos são aqueles que ajudam a acelerar o metabolismo. Entre os principais, estão pimentas (quanto mais ardidas, mais aceleram o metabolismo), canela, gengibre, cafeína (café e chá), chá verde e alho. Todos esses alimentos ajudam a aumentar a temperatura corporal, consequentemente acelerando o metabolismo e favorecendo a queima de gordura. Sendo assim, a dica é inserir esses alimentos na sua dieta e consumi-los diariamente.

Aumentar o consumo de proteínas

Os alimentos ricos em proteínas também são indispensáveis na dieta de quem quer ter o metabolismo acelerado. Esse tipo de alimento faz com que organismo gaste mais calorias para processar seus nutrientes durante a digestão e além disso estimulam o ganho de massa muscular. Então, quanto mais músculos, mais acelerado será o metabolismo. Sendo assim, procure comer mais carnes, frango, ovos, peixes e queijos nas principais refeições do dia.

Consumir fibras

Outro que não pode faltar na sua dieta, são as fibras. Isso porque os alimentos fibrosos demandam um esforço maior para serem digeridos, aumentando a perda calórica e também ajudam a retardar a liberação de glicose no organismo, prolongando a sensação de saciedade no organismo. Então, ao invés de pão branco, opte pelo integral, e invista em uma alimentação cheia de fibras.

Evite pular o café da manhã

O café da manhã é uma das principais refeições do dia, isso porque o corpo precisa de energia depois de longas horas de jejum noturno. Desse modo, essa refeição tem grande influência sobre a velocidade do metabolismo ao longo do dia. Então, quando pulamos essa refeição, o corpo tende a diminuir a queima de gordura na tentativa de conservar energia, deixando o metabolismo mais lento. Portanto, se o intuito é acelerar o mesmo, a dica é tomar café da manha até uma hora após acordar, incluindo alimentos saudáveis, como frutas, fibras e proteínas.

Beber chá verde

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
VIX

Como dito anteriormente, o chá verde é um termogênico, rico em catequinas e cafeína, e que ajuda a acelerar o metabolismo. E mais do que isso, os polifenóis presentes no chá verde também reduzem o acúmulo de gordura e favorecem a sua queima, o que pode ajudar com o processo de emagrecimento. Sendo assim, o ideal é consumir de 3 a 5 xícaras de chá verde diariamente para ter efeitos sobre o metabolismo.

Fazer exercícios físicos regularmente

Não apenas para emagrecer, mas a prática regular de atividades físicas ajuda a tonificar e aumentar a massa muscular, contribuindo para acelerar o metabolismo. Dessa forma, os músculos gastam mais energia do que as células de gordura, portando, favorecendo o gasto calórico. Ademais, a atividade física também faz com que o metabolismo continue aumentando por até 4 horas.

O ideal é incluir a prática de atividades físicas na sua rotina, como musculação ou treinos de força de 2 a 3 vezes por semana. Você pode optar por fazer caminhada, corrida, natação, andar de bike se não conseguir fazer treinos de alta intensidade.

Aliviar o estresse

O estresse e a ansiedade são responsáveis pela produção de cortisol, um hormônio que aumenta a produção de gordura no organismo e deixa o metabolismo mais lento. Portanto, é muito importante tentar controlar e aliviar o estresse e ansiedade. Apesar de não ser tão simples, é possível fazer isso com atividades prazerosas como caminhadas e alongamento, relaxantes como meditação e yoga ou então, algum hobby que lhe faça feliz e distraia nos momentos de tensão, como pintura, desenho, fotografia, escultura e etc.

Dormir bem

O sono é fundamental para o bom funcionamento do organismo e também tem grande influência sobre o metabolismo. Sendo assim, dormir de 8 a 9 horas por noite, um sono de qualidade é fundamental para regular a produção hormonal, melhorar a disposição e estimular o ganho de massa muscular. Além disso, é durante o sono que os músculos se recuperam do treino e crescem, e como sabemos, quanto mais massa muscular, mais rápido será o metabolismo e a queima calórica.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também Como emagrecer rápido e com saúde? 20 dicas úteis, sem radicalismos.

Fontes: Boa Forma Filóo Saúde  Tua Saúde Minha Vida

Imagens: Formularium Biologia Net Tribuna da Produção Fanáticos por Musculação São Lucas VIX 

Essa matéria Metabolismo lento e ganho de peso – O que influencia e como acelerar foi criada pelo site Área de Mulher.

Últimas