Gases na gravidez – Causa, motivos, prevenção e remédios

Os sintomas de gases na gravidez são dor abdominal, levando a flatulência, cólica intestinal, prisão de ventre ou em forma de pontadas.

Primeiramente, ninguém gosta de passar por esses momentos de desconforto que os gases trazem. São em média de 10 a 20 momentos como esse por dia. Já durante a gestação, os gases na gravidez podem aumentar e causar um desconforto ainda maior. Apesar disso tudo, aqui você vai entender o por que de os gases aumentarem, sua causa, como diminuir os gases excessivos e alguns remédios caseiros que ajudam a controlar a produção dos gases.

Causas dos gases na gravidez e como identificar

Primeiramente, neste momento ocorre a diminuição do movimento do intestino, o aumento da progesterona. O que, por sua vez, resulta no relaxamento dos músculos de todo corpo, incluindo o aparelho digestivo. Diminuindo a velocidade da digestão dos alimentos.

A situação pode ficar mais incômoda perto do final da gravidez, causando inchaço abdominal. Uma vez que o útero aumenta de tamanho, afetando ainda mais a digestão, além dos aumentos hormonais.

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Area de Mulher
Grávida.

Os sintomas de gases excessivos são dor abdominal em um grau maior, o que pode resultar em flatulência, cólica intestinal, prisão de ventre ou em forma de pontadas. Da mesma forma, caso surjam alguns sintomas a mais como náusea, vômitos, diarreia ou dor abdominal unilateral, é recomendável uma consulta com o obstetra responsável por acompanhar a gravidez.

Cabelo ruivo – Diversidade de tons e os desafios para manter a cor

×

Causa dos gases durante a gravidez

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Area de Mulher
Grávida.

O ganho de peso é um fator relevante, uma vez que, devido ao nível de fome aumentar consideravelmente por causa do bebê, a quantidade de comida ingerida pode causar inchaço e desconforto. Além disso, como o consumo aumenta, as calorias também, o que resulta num estágio de atividade menor.

Caso haja uma variação no equilíbrio bacteriano no cólon, também ocorrerá o inchaço. O que faz aumentar o número de gases produzidos e por consequência, a flatulência.

Em terceiro lugar, como a comida ingerida passa mais tempo no intestino para que o bebê absorva todos os nutrientes necessários, pode ser que isso resulte em fezes ressecadas. Levando mais tempo até chegar no descarte final, causando inchaço e, por sua vez, aumentando o número de gases.

Alguns alimentos causam uma produção maior dos gases, que é o caso dos alimentos com lactose. Dessa forma, em caso de intolerância, estes alimentos podem aumentar e muito os gases.

Como diminuir e prevenir a quantidade de gases na gravidez

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Area de Mulher
Grávida se alimentando.

1. Não comer grandes refeições;

2. Evitar bebidas que contém gás, ou seja, refrigerantes e água com gás;

3. Evitar chicletes;

4. Usar roupas mais largas e que sejam confortáveis, mesmo que não sejam as mais bonitas;

5. Cortar o açúcar e refinados;

6. Comer sem pressa, desse modo, aproveitando melhor os alimentos ingeridos;

7. Evitar batata doce, ovos, brócolis, grão de bico, frituras, grãos, cebola, feijão, repolho e pêssego;

8. Caminhar diariamente;

9. Aumentar a ingestão de líquidos, principalmente a água;

10. Fazer exercícios leves e trabalhar bem a respiração.

Remédios caseiros que ajudam a evitar gases na gravidez

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Gases na gravidez: Conhecendo e entendendo

Area de Mulher
Grávida com náuseas.

O chá de hortelã-pimenta pode ser de bastante ajuda pra quem sofre com gases em excesso. Em virtude de ele ser anti-espasmódico, ele ajudar a aliviar a dor e o desconforto. Para preparar o chá, basta colocar 3 gramas de folhas frescas de hortelã, a fim de saber um sabor mais refrescante, em uma xícara de água fervente. Após esperar esfriar, basta coar e beber de duas a três vezes por dia, do mesmo modo, depois das refeições.

Em segundo lugar, a ameixa seca pode contribuir tanto quanto o chá. Ela reduz a flatulência e trata a prisão de ventre. Para isso, basta ingerir uma ameixa antes das principais refeições.

Por fim, temos a vitamina de iogurte, que além de saboroso, pode ser um forte aliado. Basta misturar, logo após, no liquidificador uma embalagem de iogurte natural, meio abacate picado, meio mamão sem sementes, meia cenoura picada e uma colher de linhaça. Em seguida, basta beber. Esta vitamina pode ser ingerida até duas vezes ao dia, o que é suficiente para trazer, como resultado, o fim dos gases e incômodos.

Gostou da matéria? Mantenha sempre a sua saúde em foco! É provável que você também vai gostar de saber: Gêmeos univitelinos, como acontece e diferenças.

Fontes: Tua saúde, Trocando fraldas, Tua saúde.

Imagem de destaque: Bebê Abril

Essa matéria Gases na gravidez – Causa, motivos, prevenção e remédios foi criada pelo site Área de Mulher.