ÁREA DE MULHER Excesso de carboidrato – Principais sinais e consequências

Excesso de carboidrato – Principais sinais e consequências

O carboidrato está presente no cardápio de todas as pessoas no mundo inteiro. Apesar disso, seu consumo em excesso pode ser prejudicial. Essa matéria Excesso de carboidrato – Principais sinais e consequências foi criada pelo site Área de Mulher.

Area de Mulher

O consumo de carboidratos faz parte da vida da grande maioria das pessoas. É difícil resistir às delícias das massas, pães e doces, bem como o resto dos alimentos que a categoria engloba. Apesar disso, o excesso de carboidrato ainda pode ser prejudicial ao organismo, assim como sua deficiência: o segredo está no equilíbrio.

Apesar do que muitas das dietas indicam, os carboidratos são essenciais para uma alimentação saudável e balanceada. Seus componentes são essenciais para a saúde, fornecendo nutrição e energia, desde que regrados. Quando consumido em excessos, porém, é possível esperar reações negativas provindas do exagero.

É de conhecimento popular que o carboidrato também é porta de entrada para o acúmulo de gordura e de peso, mas ele também é responsável pelo aumento de triglicerídeos no sangue. Seu resultado, por vezes, pode ser maléfico.

Contudo, o organismo é capaz de enviar sinais quando o consumo de carboidratos está sendo realizado em excesso. Confira abaixo 8 sintomas e alertas de que está na hora de cortar tais alimentos.

Excesso de carboidrato

Excesso de carboidrato

Area de Mulher
Fonte: PAS UFMS

Sinais do excesso de carboidrato

É importante lembrar que alimentos ricos em carboidrato são de consumo extremamente fácil. Eles são agradáveis ao paladar e saborosos, mas quanto mais fáceis de comer, maior a probabilidade de serem pobres em nutrientes, vitaminas e minerais. Isso ocorre por causa do processo de refino, onde as calorias vazias enganam o organismo. Apesar disso, é essencial entender que ainda assim existem muitos carboidratos essenciais à alimentação, mas de valores muito diferentes do que os normalmente ingeridos.

Nesse sentido, existe a divisão entre os carboidratos simples e complexos. Os carboidratos simples são os mais facilmente consumidos, de sabor mais doce. Presentes no pão francês, arroz branco, açúcar refinado, biscoitos e farinha branca, por exemplo, eles são rapidamente absorvidos pelo organismo. Sua produção de energia também é extremamente rápida, sendo realizada logo após a ingestão, e aumentando, em consequência, a glicose no sangue.

Excesso de carboidrato

Excesso de carboidrato

Area de Mulher
Fonte: Dr. Rodrigo Abreu

Já os carboidratos complexos possuem um nível diferente de nutrição. Sua quantidade de minerais, fibras e vitaminas é superior, e podem ser encontrados em alimentos como massas integrais, aveia, lentilha, grão-de-bico e outros cereais.

Sua digestão é muito mais lenta, fornecendo energia gradualmente ao organismo, fazendo com que o aumento dos níveis de glicose no sangue seja leve e prolongado. Assim, a sensação de saciedade é muito maior e dura por mais tempo. Esses são os carboidratos mais indicados para consumo.

1 – Aumento de peso

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Marie Claire

Um dos sinais mais óbvios do excesso de carboidrato no organismo é o aumento do peso. Isso ocorre ao comermos mais calorias do que o que é gasto, pelo fato da alta quantidade do macronutriente também gerar aumento de insulina. A insulina é responsável por levar a glicose para as células do corpo, estimulando as células adiposas a formarem mais gordura, bem como contribuírem para o aumento do apetite.

Todavia, a maior apetite entra em cheque com a saciedade, que é reduzida com o alto consumo de carboidratos simples, que possuem um tempo de digestão muito menor. Assim, quanto mais você come, mais fome tem.

2 – Cansaço

Excesso de carboidrato

Excesso de carboidrato

Area de Mulher
Fonte: Tua Saúde

Você sabia que o carboidrato pode contribuir para a constante sensação de cansaço? O efeito é ocasionado pelo excesso de glicose no sangue. O aumento da glicemia leva ao aumento da liberação de insulina. Apesar disso, os altos níveis de glicose do consumo excessivo de carboidrato torna difícil o trabalho da insulina de processá-la. Por fim, falta energia para realizar as atividades do dia a dia, além do alimento estimular a resistência insulínica.

3 – Inchaço

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Personare

Da mesma forma, os carboidratos também podem ser responsáveis pelo inchaço. Quando ocorre com frequência, é extremamente provável que a razão seja o açúcar presente nos alimentos, fermentado excessivamente pelas bactérias da flora intestinal e desacelerando a digestão. Daí a sensação de distensão abdominal.

4 – Carboidratos e problemas de pele

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Super Interessante

Não tem para onde correr: a acne e o excesso de carboidratos, muitas vezes, andam lado a lado. A farinha branca é uma das maiores causadoras de inflamações na pele, apresentadas no formato de espinhas.  O aumento da produção de insulina ocasionado por seu consumo é a razão do maior estímulo de secreção de óleo e sebo no rosto.

De maneira idêntica, o problema à longo prazo também é responsável pela aceleração do aparecimento de rugas e e flacidez, por meio da glicação, ou degradação das fibras de colágeno e elastina.

Analogamente, os cabelos também podem sofrer com a alimentação desregrada. O excesso de insulina libera hormônios que podem impedir a divisão celular da raiz capilar, bem como inflamações no couro cabeludo. Assim, os fios tornam-se mais finos e mais propensos à queda.

5 – Infecções urinárias

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Saúde RJ

Os índices elevados de açúcar no sangue também podem levar a um desequilíbrio no sistema imunológico. Dessa forma, torna-se mais fácil que infecções acometam o organismo, como candidíase e infecções urinárias, por exemplo. Ambas são sintomas da hiperglicemia. Além disso, é comum que o corrimento seja maior em mulheres acostumadas a ingerirem muito carboidrato, pelo fato do pH ficar mais ácido.

6 – Problemas para dormir

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Rituaali

Esse caso é específico para aqueles acostumados a comer carboidratos de noite. Para processar a glicose presente em sua composição, o corpo impede que você possa descansar. Cortar a ingestão de tais componentes antes de dormir é o suficiente para regular o sono, ou apenas consumir carboidratos simples em horários não tão próximos ao momento do descanso.

7 – Carboidrato e cáries

Excesso de carboidrato

Excesso de carboidrato

Area de Mulher
Fonte: Luis Gustavo Leite

Esse fator é a máxima que muitos provavelmente já devem ter ouvido em algum consultório odontológico, mas talvez não com as mesmas palavras. É de conhecimento popular que o açúcar é prejudicial para a saúde oral, ocasionando a cárie, que é resultado da metabolização do componente na boca pelas bactérias. O açúcar deixa o pH da boca ácido, causando desmineralização do esmalte dos dentes e, por fim, a cárie.

Isso tudo ocorre em um curto período de tempo após a ingestão do alimento. Além da cárie, o carboidrato doce ainda favorece o acúmulo da placa bacteriana, responsável pelo mau hálito e pela gengivite.

8 – Sede

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Viva Bem

Sob o mesmo ponto de vista, o excesso de açúcar leva ao aumento da glicose, os níveis altos não podendo ser processados pelo organismo e então buscando outras maneiras de ser excretados. A solução encontrada é a liberação de líquidos, o que cria uma vontade constante de urinar, fazendo com que você sinta cada vez mais sede, em um ciclo interminável.

Benefícios do carboidrato

Apesar de todos os seus pontos negativos e que devem ser evitados, o carboidrato ainda é uma fonte essencial no cardápio diário de todos, e não deve jamais ser cortado, mas sim regrado. Pelo fato de ser extremamente simples encontrar carboidratos dos dois tipos para serem consumidos, tanto os simples quanto os complexos, é ainda mais fácil incluí-los na rotina.

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Fonte: Magnus

Seus componentes são responsáveis pelo fornecimento de energia para todas as células e processos metabólicos, bem como as atividades que devem ser realizadas no dia a dia.  Além disso, a falta de carboidrato pode levar a situações como desmaios, dores de cabeça, tremores e mau hálito. Eles ainda liberam a serotonina, proporcionando o bom-humor, e não apenas pelo fato dos alimentos possuírem um sabor muito agradável. Dessa forma, ao invés de cortá-los de vez da alimentação, é necessário apenas ter controle quanto à sua ingestão.

E aí, o que você achou dessa matéria? Se te interessou, confira também Calorias vazias, o que é? Por que faz mal para o nosso corpo

Fontes: Laboratório Behring, Nutrição Prática, Feito de Iridium, Boa Forma

Imagens: Saúde RJ, Super Interessante, Marie Claire, Tua Saúde, PAS UFMS, Dr. Rodrigo Abreu, Magnus, Personare, Viva Bem, Rituaali, Luis Gustavo Leite

Essa matéria Excesso de carboidrato – Principais sinais e consequências foi criada pelo site Área de Mulher.

Últimas