ÁREA DE MULHER Espinha inflamada – Tipos, tratamento e dicas de como prevenir

Espinha inflamada – Tipos, tratamento e dicas de como prevenir

A espinha inflamada é um pouco mais grave do que a acne comum, já que apresenta inchaço e vermelhidão, por isso precisa de alguns cuidados. Essa matéria Espinha inflamada – Tipos, tratamento e dicas de como prevenir foi criada pelo site Área de Mulher.

Area de Mulher

Quase todo mundo, em pelo menos uma fase da vida já sofreu com as temidas espinhas. No entanto, algumas pessoas têm uma maior disposição a ter espinhas inflamadas, que são mais graves do que as lesões de acne comum. Sendo assim, a espinha inflamada pode resultar em pústulas vermelhas, inchaço e desconforto. Por isso demanda cuidados específicos.

Uma espinha pode inflamar por vários motivos, sendo um dos mais comuns o hábito de espremer a acne. Apesar da aparência incômoda, a recomendação é nunca, em hipótese alguma tentar espremer ou mexer na espinha, para evitar problemas maiores, como a própria inflamação e manchas na pele.

Existem cuidados específicos para esses casos, que podem melhorar a aparência da pele e resolver o problema das espinhas inflamadas. Portanto, hoje iremos entender melhor o que é a espinha inflamada, porque isso acontece, e dicas de como tratar, bem como prevenir o seu aparecimento.

O que é espinha inflamada

Espinha inflamada - Dicas de como tratar e prevenir o seu aparecimento

Espinha inflamada - Dicas de como tratar e prevenir o seu aparecimento

Area de Mulher
Mercado Bom Sucesso

De modo geral, a espinha surge devido ao acúmulo de secreção na glândula sebácea, que fica localizada na região mais profunda da pele. Nem todas as espinhas chegam a inflamar, mas existem pessoas com uma pré-disposição genética para a acne, e nesses casos é mais comum haver a inflamação.

Nesse caso, a influência genética está relacionada a um processo inflamatório causado pelo gene TNF-alfa, que está diretamente ligado ao maior ou menor risco de acne. Isso explica o fato de muitas pessoas sofrerem mais com a acne inflamada e as cicatrizes permanentes.

Para entender o que é realmente a espinha inflamada, precisamos entender o que acontece no processo inflamatório da acne. Normalmente, em uma pele saudável a própria pele irá se renovar naturalmente, fazendo com que as células mortas cheguem a superfície da pele e simplesmente desapareçam, por meio da descamação.

O que não acontece quando uma pessoa é propensa a ter acne. Nesse caso, o processo é acelerado e as células velhas se acumulam nos poros, obstruindo a glândula sebácea. Com isso, ocorre o acúmulo de secreção e sebo e a proliferação de bactérias no interior da glândula. Desse modo, quando as células e óleos acumulados rompem a parede do poro abaixo da superfície da pele, o sistema imunológico responde desencadeando o processo inflamatório.

Tipos de espinha inflamada

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
iBahia

A acne inflamada pode surgir de várias formas. Sendo assim, uma pessoa pode ter um ou mais tipos de espinha entre pápulas, pústulas, nódulos e cistos. No caso das pápulas, se trata de inchaços vermelhos sem a presença de centros brancos e que podem variar de tamanho. Já as pústulas são muito parecidas com as pápulas, porém tem em seu interior pus branco ou amarelo e vermelhidão ao redor da acne.

Os nódulos por sua vez caracterizam um inchaço profundo e doloroso na pele, sem pus visível em seus centros. E os cistos são como os nódulos, já que se formam na parte profunda da pele e não tem centros brancos. No entanto, são muito mais vermelhos e chamativos, muito parecidos com furúnculos ou feridas, e são muito mais dolorosos.

Como tratar a espinha inflamada

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Promo Farma

Por se tratar de uma acne inflamada, que acaba sendo mais grave do que a espinha comum, o ideal é procurar um dermatologista para obter um diagnóstico preciso e indicação do melhor tratamento. Pode ser necessário o uso de remédios antibióticos e anti-inflamatórios, além de produtos específicos para a rotina de cuidados com a pele. Bem como tratamentos a base de peróxido de benzoíla adapaleno ou ácido salicílico.

Em casos mais simples, uma dica que pode ser feita em casa, é fazer uma compressa de água quente sobre a lesão para ajudar na drenagem da secreção.

O intuito com o tratamento da acne é resolver a inflamação e minimizar crises de acne futuras, bem como prevenir as cicatrizes causadas por esse tipo de lesão. Em alguns casos pode ser ate receitado o uso de anticoncepcional em pacientes mulheres para ajudar a equilibrar os hormônios responsáveis pelas crises de acne. Ou então, terapias de laser ou luz.

Dicas para cuidar e prevenir espinha inflamada

Area de Mulher

Area de Mulher

Area de Mulher
Vix

Apesar de que em alguns casos o surgimento de espinhas inflamadas seja causado por questões genéticas, alguns cuidados simples com a pele pode ajudar a prevenir a acne inflamada.

Evite usar cosméticos sobre a espinha

É comum achar que aplicar produtos cosméticos sobre a espinha ajuda a resolver o problema, mas a verdade é que isso só piora a situação. E a explicação para isso é muito simples: o uso desses produtos irá obstruir ainda mais os poros, retendo mais substâncias inflamatórias, além de resíduos externos. Então, quando tiver uma espinha, evite passar qualquer tipo de creme ou produto sobre a espinha inflamada.

Dê uma pausa na maquiagem

A maquiagem é outra que pode acabar tampando os poros e piorando a inflamação da espinha. Então, o ideal é parar de usar maquiagem por alguns dias, pelos menos até que a espinha melhore. Mas se o uso da maquiagem for mesmo necessário, a recomendação é removê-la completamente com um bom demaquilante assim que chegar em casa, para eliminar qualquer resquício de make ou sujeira na pele.

Pele sempre limpa

Assim como qualquer outra inflamação, a espinha também deve estar sempre limpa. Então, o ideal utilizar produtos específicos para o seu tipo de pele, para manter a pele limpa e livre de impurezas, principalmente no local onde está o processo de inflamação.

Então, melhor do que tratar espinhas inflamadas é prevenir o seu aparecimento. Sendo assim, a limpeza da pele é parte fundamental para evitar o aparecimento de acne. O ideal é lavar o rosto ao menos duas vezes ao dia usando um sabonete ou gel de limpeza suave para remover todas as impurezas da pele. E claro, manter a pele sempre hidratada com produtos específicos para o tipo de pele com acne.

Escolha do protetor solar

Sabemos que o uso de protetor é muito importante para todo tipo de pele, mas é importante escolher o adequado, ainda mais quando se tem tendência à acne. Procure sempre por produtos livres de óleo, os chamados “oil free”, uma vez que os óleos podem piorar a situação da pele. O ideal é usar um protetor solar compatível com o seu tipo de pele e evitar aplicá-lo sobre as espinhas inflamadas.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aliás, aproveite para conferir também O que causa a espinha? Graus de tratamento, prevenção + dúvidas comuns.

Fontes: Drogaria Liviero Derma Club L’officiel 

Imagens: Garota Beleza Mercado Bom Sucesso iBahia Vix PromoFarma

Essa matéria Espinha inflamada – Tipos, tratamento e dicas de como prevenir foi criada pelo site Área de Mulher.

Últimas