ÁREA DE MULHER Calo, o que é? Origem, tipos de calo e como tratar

Calo, o que é? Origem, tipos de calo e como tratar

Ter calo no pé ou na mão é algo extremamente comum e pode acontecer com qualquer um, mas felizmente esse problema pode ser tratado e evitado.

Area de Mulher

Todo mundo, provavelmente, já teve calo nos pés ou nas mãos ao menos uma vez na vida. Embora seja um problema relativamente simples, pode gerar um grande incômodo. O problema também não é esteticamente interessante.

O calo, ou calosidade, é um excesso de camada dura e grossa, que surge na pele em decorrência de um atrito constante. Na maioria das vezes, os calos nos pés surgem devido ao uso de sapatos muito apertados e desconfortáveis. Nas mãos, isso pode ser resultado do atrito com ferramentas de trabalho, por exemplo.

O melhor tratamento para a calosidade é a prevenção, ou seja, eliminação da causa do problema. Para evitar os calos nos pés, o ideal é trocar os sapatos por opções mais confortáveis. Nas mãos, o uso de luvas pode solucionar o problema. Além disso, existem outras medidas naturais que podem acabar com a calosidade.

Portanto, hoje vamos entender tudo sobre calo, e como tratar esse problema em casa mesmo. Vamos lá!

Como surge o calo

Calo - O que é, tipos de calos e como tratar a calosidade

Calo - O que é, tipos de calos e como tratar a calosidade

Area de Mulher

Os calos surgem a partir do aumento da produção de queratina, uma proteína que forra a camada mais superficial da pele. Esse aumento da queratina se dá devido ao atrito repetitivo em determinada parte do corpo, resultando na formação de uma camada mais grossa e rígida de pele.

A calosidade, como também é conhecida, pode ocorrer em qualquer parte do corpo, contudo, é mais comum nos pés e nas mãos.

O uso de sapatos que apertam os pés e os dedos, é uma das principais causas de calosidade. Já nas mãos, o hábito de tocar instrumentos, fazer atividades físicas sem luvas, ou trabalhar com peças e ferramentas muito pesadas sem proteção, aumentam as chances de ter calos.

Pés ressecados – Causas, tratamento e receitas de hidratação

×

Tipos de calo

Calo - O que é, tipos de calos e como tratar a calosidade

Calo - O que é, tipos de calos e como tratar a calosidade

Area de Mulher
Clínica dos Pés Tijuca

Existem pelo menos três tipos diferentes de calo, e vamos conhecê-los a seguir:

Calo digital

Esse é o tipo mais comum de calo, e está diretamente ligado o uso de sapatos fechados e a deformidades articulares que acontecem nos dedos dos pés. Sendo assim, pode ocorrer do dedo afetado por esse tipo de calo apresentar curvaturas. Essas que ocorrem principalmente nos quatro dedos menores. Nesse caso, o tratamento é feito por meio da mudança do tipo de sapato, pelo uso de protetores para os dedos e até uso de medicamentos.

Calo Interdigital

Já o tipo de calo interdigital é caracterizado por ser uma hiperqueratose (excesso de queratina), que ocorre devido ao contato e compressão da pele entre dois dedos do pé. Geralmente isso é causado pelo uso constante de calçados que apertam os pés lateralmente, como os sapatos de bico fino, por exemplo.

Sendo assim, o melhor tratamento é a mudança de sapato, por um que ofereça uma boa acomodação para os dedos, e também o uso de protetores ou afastadores interdigitais.

Calo Intertriginoso

Por fim, o calo intertriginoso, que é decorrente do atrito entre as faces e dobras da pele, resultando em uma maceração e abertura do tecido. Nesse caso, os fungos podem causar uma infecção, agravando ainda mais a lesão. O tratamento nessa situação, envole o uso de gazes ou algodão entre os dedos com remédios. Em casos mais graves, pode haver ainda a necessidade de cirurgia, para corrigir o espaço aberto entre os dedos.

Tratamento da calosidade

Calo - O que é, tipos de calos e como tratar a calosidade

Calo - O que é, tipos de calos e como tratar a calosidade

Area de Mulher
Shinsei

O tratamento da calosidade consiste, primeiramente, em retirar o calo da pele e acabar com a causa da irritação. Desse modo, é possível erradicar o problema de uma vez por todas, caso contrário, os calos podem voltar.

Sabendo que os calos nos pés, na maioria das vezes, são causados pelo uso de sapatos inadequados, o primeiro passo é trocar de calçado. O ideal é usar um calçado confortável, que não aperte os pés e os dedos. Uma boa opção é usar tênis, por exemplo.

Nas mãos, os calos são comumente causados pelo uso de ferramentas de trabalho. Portanto, o mais indicado para evitar o surgimento de calos é utilizar luvas de proteção para a pele.

Quanto a remoção dos calos, ela pode ser feita facilmente em casa, dependendo da gravidade da calosidade. Se for um calo superficial, você pode deixar os pés de molho em água morna com algumas gosta de óleo essencial. Espere alguns minutos até que a pele fique mais macia, e faça uma esfoliação suave. Para remover o excesso de queratina da pele, você pode usar uma lixa de pés ou uma pedra pomes mesmo.

Feito isso, seque a região e passe uma camada generosa de algum creme hidratante e massageie a região até o creme penetrar completamente na pele. Isso já será suficiente, apesar disso, o ideal é fazer esse processo regularmente, no mínimo duas vezes por mês.

No caso de calos mais graves, pode ser necessário um atendimento especializado. Sendo assim, o mais ideal é procurar um podólogo. Esse profissional que poderá oferecer o diagnóstico e tratamento ideal para o tipo de calo.

Enfim, o que você achou dessa matéria? Aproveite para conferir também como cuidar dos pés.

Fontes: Tua Saúde ABTPé

Imagem destacada: Lifestyle ao Minuto

Imagens: TriCurioso Clínica dos Pés Tijuca  Shinsei 

Essa matéria Calo, o que é? Origem, tipos de calo e como tratar foi criada pelo site Área de Mulher.

Últimas