Aborto espontâneo – O que é, causas, sintomas e tratamentos

15% das gestações são interrompidas pelo aborto espontâneo nos três primeiros meses da gravidez, mas o pré-natal pode ajudar na prevenção.

Antes de mais nada é importante saber que o aborto espontâneo é mais comum do que você imagina. É considerado aborto espontâneo a perda do bebê nas primeiras 20 semanas de gestação, se acaso for involuntário. Ou seja, que não tenha acontecido nada que possa ter causado o aborto. Portanto há muitos casos em que o aborto espontâneo pode acontecer sem nem a mulher saber que estava grávida.

O que causa o aborto espontâneo?
Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Area de Mulher
ABC do corpo salutar

Pode ocorrer por muitos fatores. Mas principalmente por problemas genéticos que se dão no momento em que o embrião está se formando. Estatísticas apontam até 70% das causas nesse sentido.

Todavia também pode acontecer por outras complicações, como problemas no útero, diabetes, doenças autoimunes, bem como problemas na tireoide, deficiência na produção de progesterona e tem maior probabilidade de acontecer com mulheres mais velhas, e usuárias de cigarros, drogas e álcool excessivo.

Há também um outro fator que pode influenciar que são os espermatozoides de homens acima de 55 anos, esses estão ligados a uma taxa maior de abortamento.

Pessoas que tiveram dois ou mais abortos espontâneos consecutivos também estão em maior risco de aborto espontâneo.

Chá de hibisco – Benefícios, contraindicações e dieta × O que não causa aborto espontâneo?
Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Area de Mulher
Mil dicas de mãe

Já que falamos do que pode ocasionar, agora é hora de saber o que não necessariamente ocasiona o aborto espontâneo. Fique atenta!

Exercícios Relações sexuais Sustos Quedas da própria altura Trabalho, desde que não haja exposição a produtos químicos ou radiação prejudiciais.

Mas tudo depende da situação, você deve primeiramente perguntar ao seu médico o que você deve ou não fazer. Cada gravidez é diferente uma da outra, ainda mais quando a gestação é de risco. Então se baseie nas instruções do seu médico. Em caso de qualquer dúvide procure por ajuda profissional.

Sintomas
Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Area de Mulher
Womens Health Brasil

Dentre os sintomas mais comuns, estão:

Forte sangramento Dor lombar Dor abdominal/ cólicas Náuseas Prevenção
Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Area de Mulher
Canção nova

Quando o fator é genético é um pouco mais complicado de evitar, entretanto quando esse não é o caso é recomendado pelos médicos que a gestante faça corretamente o pré-natal,  bem como tomar ácido fólico e antioxidantes e realizar os exames pré-conceptivos.

E em segundo lugar buscar fazer exercícios físicos e se alimentar bem. É recomendado também que evite o uso de cigarros, drogas ilícitas e álcool. Por fim é de suma importancia que você evite o estresse.

Tratamento
Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Aborto espontâneo, o que é, causas, sintomas e tratamentos

Area de Mulher
We care

O tratamento é feito de acordo com o tipo de aborto que a mulher sofreu. É comum que os médicos façam uma ultrassonografia. E em alguns casos é feito a curetagem ou aspiração manual ou com vácuo, para remover os restos de tecidos e limpar o útero da mulher, prevenindo infecções.

Por fim também é recomendado que a mulher faça um acompanhamento psicológico, pois a perda pode gerar possíveis traumas.

Fontes: Minha Vida Bebê.com

Imagem de destaque: Plano de Saúde

Leia também: Quais são os produtos que podem ser abortivos?

Essa matéria Aborto espontâneo – O que é, causas, sintomas e tratamentos foi criada pelo site Área de Mulher.