Lifestyle Após confissão de crime, programa discute redução da maioridade penal

Após confissão de crime, programa discute redução da maioridade penal

Jovem de 15 anos assaltou e matou o neto do narrador Luciano do Valle, Lucas do Valle

  • Lifestyle | Ana Carolina Cury, Do R7

A morte do neto do narrador Luciano do Valle, Lucas do Valle, chocou o país. O jovem de 29 anos foi baleado, no último dia 15, em um assalto no bairro do Ipiranga, zona sul de São Paulo. Uma semana depois do crime, um adolescente de 15 anos foi capturado pela polícia e confessou o crime.

Esse adolescente já havia sido internado na Fundação Casa, em março deste ano, por um roubo e troca de tiros com policiais. Mas, foi liberado 20 dias depois, após prestar serviços comunitários.

Lucas do Valle, neto do jornalista e comentarista esportivo Luciano do Valle, morreu dias após ser baleado em um assalto

Lucas do Valle, neto do jornalista e comentarista esportivo Luciano do Valle, morreu dias após ser baleado em um assalto

Reprodução/Facebook

Isso porque, atualmente, até completar 18 anos, o jovem infrator não sofre as mesmas punições que um adulto. A Constituição e o Código Penal os protegem e permitem que eles respondam as infrações seguindo o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Só que os casos de menores apreendidos têm aumentado a cada ano em todo país. Diante desse cenário, o programa Fala Que Eu Te Escuto questionou os espectadores se uma possível redução da maioridade penal diminuiria a criminalidade ou se é preciso investir em educação.

Diferentes opiniões

"Não adianta punir sem educar, os estudos mostram isso. Precisamos valorizar ainda mais a educação como forma de combater a criminalidade. A Fundação Casa tem muitas atividades para ressocializar esse jovem, o sistema carcerário não tem isso", opinou a assistente social, Regina de Souza.

O estudante de direito Diandro Monteiro disse pensar de forma diferente. "Precisamos reduzir a maioridade penal, sim. Mas, é necessário que haja um programa melhor para recuperar esses infratores, ou seja, não adianta só prender".

Programa debateu a redução da maioridade penal

Programa debateu a redução da maioridade penal

Divulgação

A conselheira tutelar Márcia Ventura afirmou ser um tema muito complexo, mas necessário. "A sociedade não pode olhar para um adolescente como um delinquente. Precisamos analisar que esse adolescente, na maioria das vezes, são vítimas da desestrutura familiar. Além disso, o próprio estado não dá condições para a recuperação".

Mas, 78% dos espectadores pensam diferente da conselheira e acreditam que se a maioridade penal fosse reduzida, a criminalidade também diminuiria. "Não há dúvidas de que os menores de idade são aliciados pelos criminosos. Precisamos investir não apenas na construção de presídios, mas também na construção de escolas. Precisamos valorizar as famílias para que esses adolescentes tenham a chance de construir uma vida melhor", comentou o apresentador, Bispo Adilson Silva.

O programa Fala Que Eu Te Escuto é exibido de terça a sábado pela Record TV, a partir de 0h45. Quem se encontra em outros países pode assistir pela Record Internacional ou pelo Facebook.

Últimas