Alto Astral Você sabe qual é a importância do autocuidado na sua vida?

Você sabe qual é a importância do autocuidado na sua vida?

Psicóloga aponta a necessidade dessa prática no dia a dia para o bem-estar da saúde mental

Alto Astral
Você sabe qual é a importância do autocuidado na sua vida?

Você sabe qual é a importância do autocuidado na sua vida?

Alto Astral

Olhar para si, fazer algo pelo puro prazer, ter um momento de cuidado... Essas são possíveis definições para o termo autocuidado. Muito tem se ouvido falar sobre o assunto, no entanto, discutir é diferente de fazer e essa prática é deixada de lado constantemente, seja pela falta de tempo ou de vontade. 

Entender do que se trata o autocuidado é um passo importante para conseguir incluí-lo na rotina. Segundo a psicóloga Najma Alencar, ele é a base da nossa saúde mental e um dos principais focos da psicoterapia, pois impacta diretamente o nosso bem-estar. 

Adiar esse momento poderá trazer consequências negativas, como a baixa autoestima, para a saúde. Portanto, deixar a prática para depois nem sempre é uma escolha; na maioria das vezes, acaba sendo justamente o oposto: não poder escolher. "Na correria do dia a dia, muitas vezes acabamos nos colocando de lado. Priorizamos pessoas e situações, e acabamos ficando para depois", comenta a especialista.

Além disso, de acordo com Najma, criar esse hábito é uma alternativa efetiva para tratar distúrbios como ansiedade e depressão. Embora útil como tratamento, ela ressalta que a prática não deve ser restrita apenas a esse grupo: "o autocuidado é essencial para todos e não somente para quem passa por algum sofrimento, dado que se trata de prevenção e, principalmente, de reconexão com nós mesmos".

O que pode ser considerado autocuidado?

É comum associá-lo, prioritariamente, ao skincare. Mas isso é somente uma opção desse universo. Inclusive, o autocuidado não gira em torno apenas de tarefas que exijam um gasto financeiro. O primordial é ter tempo e disposição. 

A psicóloga o define como todo e qualquer ato de amor que você possa fazer por si mesmo, desde que haja a intenção de realizá-lo, não fazendo meramente por fazer ou por obrigação. Para ela, o desejo de querer fazer é como um tempero, é o que tornará aquela atividade em um ato de cuidado. Resumindo: autocuidado é quando você para e se pergunta o que pode fazer para cuidar de si.

"Tomar mais água, fazer terapia, estar mais conectado com o aqui e agora, movimentar o corpo e ter um momento só seu" são algumas das ações recomendadas pela profissional.

Além dessas, damos outras dicas para te ajudar nessa jornada de conhecimento, cuidado e amor-próprio:

Preparar o seu prato preferido e fazer uma refeição sem pressa; Colocar em prática um tutorial de maquiagem; Assistir aos seus filmes ou séries preferidos; Ter uma noite de sono de qualidade, podendo dormir algumas horas a mais; Ler um livro (ou somente alguns capítulos); Ouvir sua playlist predileta sem fazer nada;

Vale relembrar que o autocuidado é um processo e não um resultado. Sendo assim, não é preciso assistir todas as temporadas de uma série ou preparar um verdadeiro banquete, por exemplo. Começar, mesmo que por pequenos passos, já é o necessário para praticá-lo. Tenha constância nas ações e relembre-se sempre da necessidade desse momento para o seu bem-estar!

Consultoria: Najma Alencar, psicóloga e membro da Doctoralia.

Últimas