Alto Astral Economize no presente de Dia dos Namorados apostando em leilões

Economize no presente de Dia dos Namorados apostando em leilões

Trouxemos um especialista em leilões para apontar algumas dicas na hora de comprar o presente através dessa modalidade!

Alto Astral
Economize no presente de Dia dos Namorados apostando em leilões

Economize no presente de Dia dos Namorados apostando em leilões

Alto Astral

O Dia dos Namorados está cada vez mais próximo e a euforia pelo melhor presente corre solta. Mas vem cá: você já avaliou a possibilidade de comprar aquela lembrança especial para o seu amor em um leilão?

Diante do atual cenário de crise, a tendência é que a tradicional troca de presentes que ocorre no mês de junho seja mais econômica. Assim, o momento é propício para apostar em um formato de compra um tanto quanto diferente para os brasileiros: os leilões. Pela definição mais crua, eles consistem em vendas públicas em que quem oferece o maior lance, arremata o produto. Desse modo, são uma boa pedida para quem pretende economizar com os mimos.

A dica é do especialista em vendas online Matheus Peixoto, que se dedica há anos ao mundo dos leilões e hoje fala sobre o assunto com seus 150 mil seguidores no Instagram. Para você não ficar na mão e surpreender a pessoa amada no dia 12, contamos com o expert e elencamos alguns pontos essenciais para você ficar de olho e faturar, assim como ele, produtos eletrônicos e de grife através das arrematações.

Roupas e acessórios de grife

Roupas estão entre os presentes mais procurados pelos casais nessa data. Assim, é preciso garimpar os leilões. Segundo Peixoto, geralmente são lotes de mercadorias apreendidas pela Receita Federal, por exemplo, mas também há lojas que liquidam seus estoques antigos dessa forma. 

O especialista contou que, recentemente, uma grande varejista de vendas online disponibilizou mais de 50 lotes de roupas e calçados, além de bolsas, acessórios e mochilas de marcas como Adidas, Nike, Fila, Colcci e M. Officer. Os preços, segundo ele, chegaram a ser 70% mais baixos. 

Mas a dica é pesquisar e estar de olho na segurança. Para quem nunca comprou nessa modalidade, a recomendação de Peixoto são os leilões da Receita Federal, além de pesquisar quais são as grandes casas de leilões.

Celulares e eletrônicos

iPhones, tablets e relógios são itens que costumam aparecer com frequência nos leilões da Receita Federal. Com sorte, é possível achar lançamentos. 

Peixoto aponta que, em abril deste ano, um leilão da Receita ofereceu iPhones a partir de 450 reais. Em maio, foi realizado outro no qual havia um smartwatch série 3 da Apple por 300 e um Nintendo Switch por 200 reais. Ou seja, uma bagatela pelos produtos cujos valores são, normalmente, exorbitantes.

Eletrodomésticos

Que tal presentear seu amor com aquela máquina de café em cápsulas ou com uma chopeira? Ou então já ir comprando os eletrodomésticos para montar o futuro lar? 

Pois saiba que tudo isso é possível de encontrar - e com preços ótimos. Além dos famosos leilões da Receita Federal, há inúmeros outros que são confiáveis e bem interessantes, como afirma Peixoto. 

Como exemplo, o especialista destaca o leilão promovido pelo consulado dos Estados Unidos em abril deste ano. Na ocasião, foram ofertados eletrodomésticos, como liquidificadores, fornos de micro-ondas, aspiradores de pó, e móveis para casa e escritório. Ainda de acordo com ele, há diversos leilões acontecendo todos os dias e muitos oferecem produtos ainda na embalagem original, nunca usados.

Fique de olho na segurança

Não há dúvida de que a compra por esta modalidade é vantajosa, mas antes de sair fazendo lances, é preciso ter cautela. Com a pandemia, diversos leilões têm acontecido apenas pela internet, o que contribui para o aumento de golpes. Assim, a dica de Matheus Peixoto é pesquisar previamente o site. “Procure referências sobre aquele site, se é uma instituição conhecida e se há reclamações na internet”, diz ele. 

Além disso, os sindicatos de leiloeiros dos estados costumam divulgar listas de sites fraudulentos e orientações para os consumidores. Uma das formas de se certificar sobre a segurança do site é verificar se a página possui certificado SSL/TLS, ou seja, o desenho de um cadeado verde ao lado de seu endereço na barra de navegação do browser. Quando há essa sinalização, significa que o site utiliza conexão criptografada e, por isso, é teoricamente mais seguro. 

Outra dica do especialista é pesquisar as informações do leilão e do leiloeiro, como razão social, CNPJ e endereço. A Receita Federal oferece uma ferramenta online e gratuita para quem quiser atestar se um CNPJ é autêntico ou não. Também vale a pena buscar o endereço no Google Street View para conferir se de fato a sede física existe. Se houver dúvidas, Peixoto recomenda denunciar. “Deve ir imediatamente à política denunciar o site e a pessoa que fez o anúncio”, afirma. 

Para compradores de primeira viagem, Peixoto recomenda o leilão da Receita Federal. Ele explica que basta ir ao site, realizar o cadastro e ficar de olho nos editais. “Este não tem erro e sempre é possível achar bons produtos", esclarece.

Últimas