Alto Astral Conheça quais são as plantas venenosas para os pets

Conheça quais são as plantas venenosas para os pets

Saiba quais plantas você deve evitar para proteger seu amigo de quatro patas

Alto Astral
Conheça quais são as plantas venenosas para os pets

Conheça quais são as plantas venenosas para os pets

Alto Astral

Ter plantas e flores no lar é uma ótima pedida para conquistar um ambiente acolhedor. Entretanto, existem algumas espécies de plantas que devem ser evitadas em locais que os animais tenham acesso, por serem consideradas venenosas, já que os pets adoram comer alguns matos e morder folhas. Desta forma, o cuidado com essas espécies deve ser redobrado.

Confira algumas plantas que são consideradas venenosas para o seu "filho" de quatro patas: 

Espada-de-São-Jorge Comigo-ninguém-pode Jiboia Costela-de-Adão Bico-de-papagaio Coroa-de-cristo Mamona Hera Copo-de-leite Azáleia Espirradeira Lírio Antúrio

Se de qualquer forma, você quiser manter essas espécies em sua residência, ao manuseá-las, tenha o cuidado para não tocar no rosto e higienizar bem as mãos sempre que mexer nelas. Além disso, atente-se ao local que você vai colocá-las, pois, nem sempre um local alto será o suficiente para que o seu animal não mexa nelas, ainda mais se tratando de gatos que adoram subir em lugares altos.

Se não puder colocar dentro de casa, escolha um local no qual o pet não tenha acesso sem a supervisão de um adulto, que tenha consciência do perigo dessas plantas caso sejam ingeridas.

Sintomas

Caso o animal tenha contado ou ingerido essas plantas, os sintomas podem ser irritação das mucosas, falta de ar, salivação excessiva, movimentos lentos, diarreia e vômito. Se você ver que foi reação devido ao contato com as plantas, procure ajuda profissional imediatamente.

Recomendação

O melhor local para este tipo de planta é onde nenhum animal possa circular livremente. Fique atenta e veja se seu animal não tem o costume de morder as folhas, se isso acontecer, procure ter outros tipo de espécies que não sejam tóxicas para seu animalzinho. Nesses casos, todo cuidado é pouco.

Fonte: João Bidu

Últimas