Alto Astral Aprenda definitivamente como usar a internet de forma saudável

Aprenda definitivamente como usar a internet de forma saudável

O uso tóxico das redes sociais é capaz de afetar emocional e fisicamente um usuário, mas há pessoas indo na contramão dessa tendência

Alto Astral
Aprenda definitivamente como usar a internet de forma saudável

Aprenda definitivamente como usar a internet de forma saudável

Alto Astral

Devido ao isolamento social, para evitar a proliferação do coronavírus, as pessoas estão mais em casa, adaptando sua rotina a uma nova realidade para tentar combater a doença global. Desta forma, falar sobre esse período de isolamento sem citar a internet é praticamente impossível. Foi por meio dela que continuar trabalhando e estudando, mesmo a distância, se tornou uma opção.

Ainda, a web viabilizou os encontros daqueles que não podiam estar juntos através das chamadas de vídeos. Ela também foi a responsável, principalmente, pelo entretenimento de uma população isolada: shows em formato de live, transmissões de famosos, plataformas de séries e o consumo exacerbado de conteúdos das redes sociais.

De acordo com um mapeamento feito pela empresa de análise de mídia Comscore, em março de 2020, o consumo de mídia mudou conforme a quarentena se intensificava. A categoria de entretenimento aumentou em 22,8% e a das redes sociais em 26,2%, passando de 34 bilhões para 43 bilhões de sessões, além do aumento em tempo médio de permanência em aplicativos como Facebook e Twitter, de 19%.

Desta forma, estar em casa, sem muitas opções de lazer, é um cenário perfeito para buscar refúgio no celular e passar horas vendo a vida alheia, consumindo conteúdo de influenciadores e famosos. Entretanto, esse hábito acaba sendo tóxico para o consumidor. Imagine: você está na sua casa, vivendo todo o caos, se sentindo triste e de repente vê diversos perfis exibindo o que você considera uma vida perfeita. Ao comparar,  a sensação de que o problema está em você e na sua vida pode fazer mal. Inclusive, isso pode ser gatilho para uma série de distúrbios mentais, como a depressão e ansiedade.

Uso exacerbado das redes sociais

Uso exacerbado das redes sociais

Alto Astral
Uso tóxico das redes sociais - Shutterstock

Entretanto, você não precisa deixar de usar a internet, basta usa-lá de forma consciente e mais realista. O primeiro passo, portanto, é entender que todos passam por dias ruins e momentos difíceis, assim como você. A diferença é que a maioria dos usuários prefere omitir e mostrar apenas aquilo que é bom e bonito.

Veja algumas dicas que podem te ajudar nessa mudança de atitude:

Fique menos tempo online

Por mais que seja tentador dar aquela checada no celular a todo momento, se esforce para evitar. No próprio aplicativo do Instagram é possível estipular um tempo padrão de uso diário. Consuma a quantidade certa desse conteúdo e aproveite um tempo off de qualidade. Existem outras opções de lazer, como, por exemplo, ler um livro, fazer uma máscara facial, desenhar, ouvir uma música, terminar sua série favorita... 

Não se compare

Cada pessoa vive uma vida completamente diferente da outra. Criar comparações entre si mesmo e outros usuários é autossabotagem, uma vez que vocês não estão equiparados. O mesmo vale para a estética. Nas redes, principalmente, o uso de filtros e edições de imagem são extremamente recorrentes. Dessa forma, o seu natural sempre será diferente daquilo que foi artificialmente modificado. 

Deixe de seguir quem não te faz bem

Sabe aquele perfil que é o motivo constante de deixar sua autoestima lá embaixo? Você não precisa e nem deve consumi-lo. Nós temos poder sobre nossas redes e não o oposto. Assuma as rédeas, filtre e deixe por lá apenas quem te desperta sentimentos bons e se assemelha com a sua realidade. 

Tenha um consumo positivo

Busque pessoas que abordem essas questões. Existem muitas pessoas passando pelo mesmo dilema e aproximar-se delas cria uma rede de apoio. Um perfil para entender mais sobre o uso positivo e consciente das redes é o @contente.vc, conhecido pela hashtag "#ainternetqueagentequer". Além desse, existem centenas de opções. Fuja do uso tóxico!

Últimas