Lifestyle 40% das brasileiras afirmam que não querem ter filhos

40% das brasileiras afirmam que não querem ter filhos

Programa Fala Que Eu Te Escuto debateu o tema e questionou se a maternidade é um sonho incondicional ou se a vida moderna está fazendo essa escolha não valer a pena

  • Lifestyle | Ana Carolina Cury, Do R7

Cada vez mais mulheres têm adiado os planos de gravidez, seja porque não têm um parceiro, estão priorizando a carreira ou têm medo do excesso de tarefas.

Segundo um estudo realizado pela Bayer, com apoio da Federação Brasileira de Ginecologia e do Think about Needs in Contraception, no Brasil, 40% das mulheres não querem ter filhos. No mundo, esse índice chega a 70%.

Há quem tenha o sonho de ter a experiência da gravidez, de cuidar do bebê e de ser responsável por ele, ou seja, de viver todas as alegrias e as dores desse caminho. Mas, há quem não tenha e, muitas vezes, engravida apenas para agradar o parceiro ou parentes.

De forma geral, no Brasil, aproximadamente 40% das mulheres não desejam ter filhos, já no mundo, esse número sobe para 72%

De forma geral, no Brasil, aproximadamente 40% das mulheres não desejam ter filhos, já no mundo, esse número sobe para 72%

Alto Astral

Esse foi o tema do programa Fala Que Eu Te Escuto desta quinta-feira. "A maternidade é um sonho incondicional ou a modernidade está fazendo a maternidade não valer a pena?" questionou o apresentador, Bispo Adilson Silva.

Opiniões

"Tenho 18 anos de casada. Optamos por não ter filhos porque tivemos alguns problemas de saúde no que se refere à fertilidade. Além disso, entendemos que não ter filhos seria bom para nós enquanto casal. O papel da mulher mudou, ela busca muito mais sua carreira do que a maternidade", opinou a professora Maria José.

A técnica em enfermagem Suzy Cipriano revelou que é mãe e não se arrepende dessa escolha. "É um amor incondicional. Independentemente dos problemas, ser mãe é um sonho incondicional. Meu filho tem 24 anos e eu faria tudo de novo".

A administradora Ranata Chiarion contou que é solteira, mas não pretende ser mãe. "O mundo está muito difícil e violento. Ter um filho hoje é uma responsabilidade maior do que no passado, basta ver a realidade da sociedade".

O número de pessoas que também têm coragem de expor seus pensamentos sobre o tema tem aumentado. Uma pesquisa feita pela Famivita revelou que 55% dos casais que planejavam ter filhos este ano desistiram por causa da pandemia. A incerteza do futuro foi um dos motivos para essa decisão.

Programa ouviu a opinião dos espectadores sobre o tema

Programa ouviu a opinião dos espectadores sobre o tema

Divulgação

Posicionamento

Apesar da pressão da sociedade, algumas famosas vieram a público se manifestar sobre o tema. A modelo Juju Salimeni, por exemplo, falou em seu Instagram que a pergunta que mais a deixa irritada é sobre filhos. "'Quando você vai ser mãe? Você não quer ter filhos?' Nem toda mulher tem esse desejo e está tudo bem", disse Juju.

A lista de pessoas, famosas e comuns, que pensam como ela é extensa. Se na década de 1960 o número de filhos ultrapassava seis, hoje as pessoas estão pensando mais sobre a possibilidade de ter ou não ter filhos e utilizando métodos para evitar a gravidez indesejada.

"Ter filhos é uma decisão muito pessoal, íntima. Mas, é fato que a maternidade hoje é muito diferente do passado. Educar uma criança atualmente está muito mais difícil, por isso, as famílias precisam ter planejamento", concluiu o Bispo Adilson Silva.

O programa Fala Que Eu Te Escuto é exibido de terça a sábado pela Record TV, a partir de 00h45. Quem se encontra em outros países pode assistir pela Record Internacional ou pelo Facebook.

Últimas