Lifestyle 10 vinhos para comemorar o Dia dos Namorados por menos de R$ 100

10 vinhos para comemorar o Dia dos Namorados por menos de R$ 100

Veja rótulos para harmonizar com todos os pratos do seu jantar romântico e não se esqueça de abrir um ainda hoje para comemorar o Dia do Vinho

Dia Nacional do Vinho e Dia dos Namorados: dois pretextos irresistíveis para saborear bons vinhos

Dia Nacional do Vinho e Dia dos Namorados: dois pretextos irresistíveis para saborear bons vinhos

Pixabay/Reprodução

Mais do que fazer belos pratos para o jantar do Dia do Namorados, é importante também acertar na harmonização. Combinar o vinho com o tipo de comida pode elevar o sabor do prato e tornar o jantar uma verdadeira experiência gastronômica. E não precisa ser nenhum especialista em vinhos e outras bebidas para escolher o melhor vinho para um prato. O rótulo já dá uma ideia do tipo de comida que combina melhor com aquelas uvas.

Vamos facilitar sua vida e as compras! Veja esta lista com os melhores vinhos, por menos de R$ 100, com algumas dicas básicas para combiná-los e fazer bonito no jantar dos namorados.

Proveniente de uvas francesas chamadas Merlot, esse tipo de vinho é encorpado, macio, elegante e muito democrático. Com cor rubi intensa, o Vinho Casillero Del Diablo Merlot combina naturalmente com assados em geral, seja carnes vermelhas (inclusive hambúrgueres), aves ou peixes, além de massas e pizzas. No entanto, a suavidade da bebida também permite acompanhar queijos fortes como queijo azul, brie ou cheddar.

Um vinho para temperos fortes. O tipo Carmènere também é proveniente de uma uva francesa, antiga e exigente em relação ao cultivo, combina com pratos apimentados e bem condimentados. O Vinho Concha y Toro Reservado Carménère tem notas de frutas negras e toques apimentados, por isso vai bem com o filé au poivre (carne com molho de pimentas), por exemplo ou carnes com pouca gordura. Por ser ácido, melhor evitá-lo com molhos de tomate.

O argentino Vinho Trapiche Malbec é elaborado a partir de uvas da variedade Malbec e apresenta cor vermelho intenso com traços violetas. Tem aroma frutado, com notas de ameixa e cereja. Paladar redondo com toques de trufas e baunilha. Argentino, só podia ir bem mesmo com churrasco! Brincadeiras à parte, o Malbec é um vinho que também acompanha carnes assadas em geral, carnes mais gordas, massas, pratos temperados e queijos. 

 O Vinho Casal Garcia Rose é perfeito para esta noite romântica, afinal ele tem a cor do amor e um paladar leve. Também é um vinho democrático, pois está entre o vinho branco e o tinto. Então pode ser servido do começo ao final do jantar, pois combina tanto com aperitivos fritos, pizzas, salgados, massas, peixes e frutos do mar, até com sobremesas. 

Os vinhos brancos geralmente estão associados a pratos leves e carnes brancas. No entanto, branco é só o tipo de vinho, que abriga castas como Sauvignon, Cahrdonay, Moscato, Pinot Blanc, entre outros. O Vinho Tarapaca Cosecha Sauvignon Blanc é ideal para acompanhar saladas, ostras, pratos ao molho branco, molhos azedos, além de peixes e frutos do mar.

Um encontro harmonioso entre as uvas Mondeuse Blanche (branca) e a Dureza (tinta), os vinhos classificados como Syrah são potentes e saborosos, apesar de sofrerem alterações, dependendo do local de plantio das uvas. O Les Fleurines Syrah tem um corpo médio e traz aromas de ameixa e amora frescas, com notas de violeta e pimenta-preta, que marcam ainda mais presença no paladar. Por isso é bom acompanhante de carnes gordurosas, carnes de caça, hambúrgueres e pratos apimentados.

A uva Pinot-noir é a mais delicada e complexa das uvas tintas, tanto que cultivá-la longe da Borgonha, sua terra natal é um grande feito. A uva produz vinhos tintos mais leves e com mais aromas, como o Vinho Hungaro Matrai Pinot Noir, que é suave, macio, com doçura na medida e tom de vermelho granada que fica lindo na taça. Não é licoroso, tem apenas o açúcar residual da uva madura, o que dá uma sensação meio seco ao paladar.

A uva Moscatel é literalmente cheia de personalidades, pois existe nas versões amarela ou laranja, branca e rosa. Esse tipo de vinho combina fácil com salada de frutas, mousses, sorvetes e bolos de baunilha, mas também para queijos suaves e azuis. O Emilia Nieto Senetiner Branco Moscatel de Alejandría é argentino de cor amarelo claro, com aromas de frutas cítricas e flores brancas. Na boca, tem apenas a doçura natural da uva e ótima acidez.

A uva Chardonay também é francesa e considerada a rainha das uvas brancas.  Se adapta a diferentes regiões, podendo dar origem a vinhos leve e frescos ou fortes e quentes. O Vinho Miolo Reserva Chardonnay é produzido com variedades de uvas Chardonnay e Viognier. Tem uma coloração amarelo palha com reflexos esverdeados, aromas de frutas cítricas e maçã, que resultam em um paladar leve, agradável e fresco. Vai bem com frutos do mar, peixes, aves e massas.

As uvas Lambrusco são uma família de uvas, típicas da região da Lombardia, na Itália. O lambrusco, seja tinto, branco ou rosé, é um dos mais conhecidos da turma dos frisantes ou espumantes. O Vinho Cella Lambrusco Tinto é vermelho rubi brilhante, com bouquet levemente frutado, fresco, bem equilibrado, vivo e de médio corpo. Pode ser bebido como aperitivo, mas também acompanha pratos mais gordurosos, como aqueles à base de presunto de Parma, azeite extra-virgem e carne de porco, por exemplo. As características desse frisante ajudam na digestão da gordura.

Últimas